Polo Museológico / Ruínas do Castelo de Salir
Localizado numa elevação destacada na paisagem, o Castelo de Salir desempenhou um papel importante na defesa do Algarve contra o avanço da conquista cristã como local estratégico para a defesa das cidades litorais, para além de proteger o núcleo rural aí implantado. Conquistado pelas tropas de D. Paio Peres Correia, em 1249, trata-se de uma edificação em taipa e em pedra, da qual ainda subsistem alguns vestígios, entre os quais quatro torres bem conservadas. As escavações arqueológicas aí conduzidas por Helena Catarino entre 1987 e 1998 revelaram alguns vestígios relacionados com a conquista deste local e com a organização da povoação localizada no interior do castelo. No Pólo Museológico de Salir podem ver-se estruturas de habitações datadas do final da ocupação islâmica (séc. XII e XIII) e objetos recuperados durante os trabalhos arqueológicos, que deixam adivinhar o quotidiano da população que o habitou.
Categorias
Castelos e museus Miradouros Património Natureza
Região
Loulé
Morada: R. dos Muros do Castelo 37, Salir